terça-feira, janeiro 02, 2007

Nobel de Economia Alentejana!

Um velho agricultor alentejano, com sérios problemas financeiros, comprou uma mula de outro agricultor por 100,00 Euros. Concordaram que a entrega da mula seria no dia seguinte. Entretanto, no dia seguinte, o agricultor chegou e disse :
- Desculpe-me, mas tenho más notícias. A mula morreu.
- Bom, então devolva-me o dinheiro.
- Não posso. Já o gastei.
- Tudo bem. Mas, traga-ma na mesma.
- E o que e que vai fazer com uma mula morta?
- Vou rifa-la!
- Você não pode rifar uma mula morta!
- Claro que posso! Só que não vou dizer a ninguém que ela está morta...
Um mês depois, os dois homens encontram-se e o agricultor que vendeu a mula perguntou :
- Então, que e que aconteceu à mula morta?
- Rifei-a como lhe tinha dito. Vendi 500 números a 2,00 Euros cada e tive um lucro de 998,00 Euros.
- E ninguém reclamou ?
- Só o fulano que a ganhou na rifa. Devolvi-lhe os 2,00 Euros...

segunda-feira, janeiro 01, 2007

O Céu pode esperar

Sinal adequado

Casa de habilidoso

terça-feira, novembro 28, 2006

Excesso

Elsa Raposo

Parar ou abrandar?

Um advogado ia distraído a conduzir quando, num sinal STOP, passa sem parar, mesmo em frente a uma brigada da GNR. É imediatamente mandado parar e numa atitude perfeita de chico-esperto pensa logo numa forma de se safar.
Agente - Boa tarde. Documentos se faz favor.
Advogado - Mas porquê, Sr. Agente?
Agente - Não parou no sinal de STOP ali atrás.
Advogado - Eu abrandei, e como não vinha ninguém...
Agente - Exacto. Documentos se faz favor.
Advogado - Mas qual é a diferença entre abrandar e ter de parar?
Agente - A diferença é que a lei diz que num sinal de STOP deve parar completamente a viatura. Documentos se faz favor.
Advogado - Ouça proponho-lhe o seguinte: se conseguir explicar-me a diferença legal entre abrandar e parar eu dou-lhe os documentos e pode multar-me. Senão, deixa-me ir sem multa.
Agente - Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair da viatura?
O Advogado acede e é então que o Agente retira o seu cacetete e desata a desancá-lo violentamente como mandam as regras.
E o Agente vai dizendo: - Quer que eu PARE ou só que ABRANDE?

quarta-feira, outubro 25, 2006

Publicidade

As Solteironas

Helena e Guida, duas solteironas, tinham uma farmácia.
Um dia, entra um homem e pede um preservativo.
Helena traz um preservativo pequeno.
- Não... é pequeno! - Diz o homem.
Ela traz um de tamanho maior
- Não... creio que ainda é pequeno.
Ela traz o maior que tem no stock. Mas o cliente disse que ainda era pequeno.
Então, ela grita à sócia, que estava nos fundos da loja:
- Guidaaaaaaa! Este homem precisa de um preservativo ainda maior. O que é eu lhe dou?
E Guida responde:
- Casa, comida, roupa lavada e sociedade na farmácia

Uísque

- A senhora aceita um uísque?
- Não posso. Faz-me mal às pernas...
- As suas pernas incham?
- Não. Abrem...

quinta-feira, outubro 19, 2006

Atéka

quinta-feira, outubro 12, 2006

Breve explicação.

O tipo do assalto ao banco em Setúbal... não tem pais ricos, nem ganhou a lotaria, por isso... foi ao BES !!!

sexta-feira, outubro 06, 2006

Vende-se Vivenda em Coruche
















Moradia T5 para venda.
Luxuosa moradia uni familiar, paredes duplas insonorizadas, chão radiante refrigeração a água, vidros duplos, madeiras exóticas; a 2000m do centro de Coruche, boas Áreas, Cozinha totalmente equipada, 1 sala, 1 sala de refeições, escritório, 3 quartos e mais 2 suite com casa de banho, garagem com 50m2 com lavagem automática de viaturas, sótão com pré-instalação de casa de banho e ainda, ar condicionado Samsung, lareira, churrasqueira, aspiração central, jardim com relva sintética, piscina desjoyeaux c\ 10m. Bons acabamentos com materiais de 1ª qualidade. Preço negociável. Vende o próprio.·Telefone ? 243-234567 / Fax - 243-234568 Nota: casas de banho revestidas em pedra lioz e lareira em pedra.
Distrito: Santarém
Concelho: Coruche
Freguesia: Coruche Área: 372 m²
Preço Venda: 150.000,00 ?

Mais uma de loiras...

Uma loira está no carro com o namorado num namoro desenfreado.Beijo puxa beijo e ás tantas...
- Não queres ir para o banco de trás? (diz ele em visívelsofreguidão)
- Para o banco de trás? Não.
Bem, o namoro lá continua, mais beijo, mais festa, mais aperto, mais amasso e...
- Não queres mesmo ir para o banco de trás? (diz ele ainda com mais vontade)
- Não, não quero. O pobre rapaz já meio desnorteado, lá continua no beija beija no esfrega esfrega até que...
- Vá lá! Tens a certeza de que não queres ir para o banco de trás? (já desesperado).
- Mas que coisa! Já te disse que não! Claro que não!
- (desesperadíssimo) Então, mas porquê?
- Porque prefiro ficar aqui ao pé de ti!